Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
EN PT
​​​​ ​Comunicação de Ciência

A investigação científica e a inovação social e tecnológica são vetores estruturantes da atual Sociedade do Conhecimento. Quase universalmente, países e governos valorizam hoje fortemente a ciência e o conhecimento como motores de transformação positiva a nível sócio-económico. Energia, genética, biotecnologia, nanotecnologia, informática e inteligência artificial são exemplos de áreas em mudança acelerada com potenciais grandes impactos a múltiplos níveis. Mas, por outro lado, tem emergido uma série de novos desafios e riscos que são reconhecidamente determinantes para o futuro das sociedades. Questões como as alterações climáticas, a perda de biodiversidade e o esgotamento de recursos naturais, novas pandemias e ataques informáticos constituem novas ameaças de grande escala.

Face a estes desenvolvimentos, a comunicação é crescentemente importante. O Mestrado em Comunicação de Ciência visa promover nos mestrandos um pensamento crítico sobre os desafios e possibilidades da comunicação de ciência. O percurso pode ser concluído com uma proposta de investigação ou intervenção, e ainda pela realização de estágio. Assim, o mestrado pretende formar, com elevada qualidade, quadros para promover a comunicação em instituições que tenham na sua atividade uma componente científica e tecnológica (por exemplo, centros de investigação, centros clínicos, museus, instituições de divulgação da ciência, start-ups tecnológicas, entre outros). Pretende-se também dotar os estudantes de saberes multidisciplinares que lhes permitam fazer uma intervenção ou uma investigação aprofundada neste campo.​


cc.png
​​​​​
​​​​